Ricoh Portugal adere ao movimento “Um dia pela Vida” na luta contra o cancro

16.07.2013
Ricoh Portugal adere ao movimento “Um dia pela Vida” na luta contra o cancro

Tem dúvidas ou precisa de ajuda?

Necessita de uma resposta rápida? Exponha as suas duvidas à nossa equipa técnica a qualquer momento. Contacte-nos

O objetivo da empresa visa devolver à sociedade uma parte do que recebe, envolvendo os colaboradores em ações de voluntariado nas comunidades onde estão inseridos.

Além de várias ações internas, ocorreu no final de Junho, mais uma ação de voluntariado, a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro – na iniciativa “Um dia pela Vida”. 

Este projeto envolveu 70 participantes Ricoh, incluindo familiares e amigos, que culminou com a participação numa caminhada na freguesia da Madalena em Vila Nova de Gaia, envolvendo mais de 500 pessoas da comunidade local. 

A iniciativa “Um Dia Pela Vida” desenrola-se numa atmosfera de festa com imensas atividades paralelas.Uma vez que o “Um Dia Pela Vida” é acima de tudo uma reunião da comunidade e visa a recolha de fundos para o apoio na luta contra o cancro, todos podem participar. Os Colaboradores Ricoh trouxeram com eles os seus familiares e amigos, partilhando assim os mesmos objetivos: acompanhar o doente oncológico e apoiar a missão da Liga Portuguesa Contra o Cancro. 


Sobre a iniciativa “Um Dia Pela Vida”

O Um Dia Pela Vida é uma iniciativa da Liga Portuguesa Contra o Cancro no âmbito do programa internacional Relay for Life da American Cancer Society.

Tem como principais objetivos:

• Mudar a atitude da comunidade e de cada um de nós face à doença - cancro não é necessariamente morte!

• Educar e informar. A prevenção é o caminho para a cura

• Angariar fundos para os programas de prevenção e atividades da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

 

Trata-se de um projeto desenvolvido na comunidade, pela comunidade, num período que oscila entre os 3 a 4 meses e que culmina com a grande festa de encerramento. O Um Dia Pela Vida desenrola-se numa atmosfera de festa com espetáculos, música, jogos e outras atividades paralelas. Grupos de pessoas (equipas) participam numa caminhada simbólica ao longo de um percurso que significa não só os passos do doente oncológico após lhe ter sido diagnosticada a doença, como também o empenho de todos na luta contra o cancro. Uma vez que o Um Dia Pela Vida é acima de tudo uma reunião da comunidade e não uma prova desportiva, todos podem participar. Família, amigos, grupos profissionais, coletividades etc., partilhando todos os mesmos objetivos: o acompanhar o doente oncológico e apoiar a missão da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

voltar